FOCUSMSN | MUSIC & SPORT NEWS

Álbum de estreia de David Bowie reeditado em versão Deluxe e em vinil a 26 de julho

Álbum de estreia de David Bowie reeditado em versão Deluxe e em vinil a 26 de julho

|

No dia 26 de julho, o álbum de estreia inovador de David Bowie será reeditado em CD e vinil colorido.

Lançado originalmente a 1 de junho de 1966, David Bowie era um artista à beira da genialidade, no auge da Swinging London.

Os críticos da época comentaram; com a “NME” a elogiar a sonoridade de Bowie como “muito refrescante” e saudando-o como “um talento muito promissor”. O “Melody Maker” elogia o álbum como “um disco singularmente gratificante” com uma produção “excelente”, enquanto expressa surpresa por Bowie ainda não ter causado um impacto maior na cena pop. Enquanto isso, a “Disc & Music Echo” elogia o álbum, descrevendo-o como “um álbum de estreia notável e criativo de um londrino de 19 anos” e declarando Bowie como “um novo talento que merece atenção”.

Com críticas tão rasgadas, este lançamento promete reacender o legado inicial de Bowie e apresentar a sua arte visionária a uma nova geração de ouvintes.

Esta reedição inclui o álbum em stereo original, produzido por Mike Vernon, com mais 14 faixas, incluindo os primeiros frutos do longo relacionamento de Bowie com o produtor Tony Visconti; “Let Me Sleep Beside You”, “Karma Man”, “In The Heat Of The Morning” e “London Bye Ta-Ta”, este último fazendo a sua estreia em vinil nesta reedição.

Olhando para trás, para o seu álbum de estreia, muitos anos depois, com uma autodepreciação característica, Bowie refletiu: “Liricamente, acho que estava a esforçar-se para ser alguma coisa – o contador de histórias. Musicalmente é bastante bizarro. Não sei onde estava. Parecia ter raízes em todos os lugares, no rock, no vaudeville, no music hall e não sei o quê. Eu não sabia se era Max Miller ou Elvis Presley.”

Estas primeiras gravações revelam um jovem artista sério no início da sua carreira, trabalhando arduamente em material em que acreditava apaixonadamente. David Bowie colocou por inteiro o seu coração nesta música – e isso é evidente.

Anterior

Festival Suncébeat New Horizons pela Primeira Vez em Portugal

Pikika edita ‘Tenho Que Pensar’

Seguinte