FOCUSMSN | MUSIC & SPORT NEWS

Daniel Serra é oitavo vencedor de 2024 em da Stock Car

Daniel Serra é oitavo vencedor de 2024 em da Stock Car

|

Valeu a pena esperar. A segunda etapa da temporada 2024 da Stock Car Pro Series teve um grande desfecho. Nesta sexta-feira (28), o Autódromo Velocitta foi o palco da corrida principal da rodada, que seria realizada em 24 de março, mas foi suspensa em virtude das fortes chuvas no interior paulista.

E foi uma disputa empolgante, com várias batalhas na pista e que teve como ponto alto o duelo de gerações envolvendo Daniel Serra (Chevrolet Cruze da Eurofarma RC), de 40 anos, e Felipe Baptista (Toyota Corolla da Crown Racing), de 21. No fim, o tricampeão da Stock Car levou a melhor e conquistou sua 25ª vitória na categoria e a primeira em 2024, tornando-se assim o oitavo vencedor diferente em oito provas disputadas até agora no campeonato.

A vitória de Serrinha veio pouco mais de um mês depois de o piloto enfrentar um duro revés ao abandonar em Cascavel a três minutos de um triunfo que parecia certo. A conquista levou Rosinei Campos, o ‘Meinha’, chefe de equipe da Eurofarma-RC, às lágrimas no Velocitta.

Felipe Baptista confirmou o segundo lugar na prova, enquanto Ricardo Maurício consolidou uma grande sexta-feira para a Eurofarma-RC em Mogi Guaçu. Agora, Ricardinho soma 91 pódios na categoria, empatando com Paulo Gomes como o segundo colocado absoluto na estatística na Stock Car Pro.

Ricardo Zonta (RCM Motorsport) cruzou a linha de chegada na quarta colocação, em resultado muito importante para o campeonato, e Dudu Barrichello (Mobil Ale Full Time) fechou no top-5 depois de ter largado em décimo. Bruno Baptista (RCM) foi o sexto, com Rubens Barrichello (Mobil Ale) em sétimo e Cacá Bueno (KTF Sports) em oitavo. Felipe Fraga (Blau Motorsport) e Gianluca Petecof (Full Time Sports) fecharam a relação dos dez primeiros.

Daniel ressaltou o esforço que teve para vencer a batalha com Felipe e enfim triunfar em 2024 na Stock Car. “Estou muito feliz. Na última etapa, lá em Cascavel, a gente perdeu a vitória quando faltavam três voltas, e deu tudo certo aqui. De novo, tivemos um carro muito rápido. Tivemos de andar num ritmo muito forte durante toda a corrida, não tivemos tranquilidade em momento algum. Feliz pela vitória e por ter marcado muitos pontos para o campeonato”, declarou o piloto, que somou 80 tentos apenas nesta sexta-feira.

Com os resultados consolidados da segunda etapa, a temporada 2024 tem um novo líder: Ricardo Zonta comanda a tabela e soma 369 pontos, enquanto Felipe Baptista subiu para segundo, com 346. A quebra sofrida na prova desta sexta-feira fez Rafael Suzuki cair para o terceiro lugar, parando nos 323 tentos. Julio Campos e Felipe Massa vêm em quarto e quinto, respectivamente, com 295 e 291. Bruno Baptista tem 288 e é o sexto, seguido por Ricardo Maurício, com 282. Dudu Barrichello segue no top-10, em oitavo, com 273. Gabriel Casagrande é o nono, com 291 e Enzo Elias, o décimo, com 253.

Como foi a corrida — Pole position, Serra se defendeu de Felipe Baptista desde a largada e manteve a liderança, mas com o jovem da Crown Racing no seu encalço. Ricardo Maurício e Rubens Barrichello permaneceram nas posições de largada, terceiro e quarto, enquanto Ricardo Zonta passou Rafael Suzuki e subiu para quinto. Mais atrás, a primeira volta reservou várias disputas que movimentaram praticamente todo o grid.

O duelo de gerações que foi a luta pelo primeiro lugar teve muita estratégia, com Serra e Felipe Baptista acionando o push to pass praticamente ao mesmo tempo. Os dois abriram do restante do pelotão e protagonizaram uma batalha empolgante.

Ainda no começo de prova, o então líder do campeonato, Rafael Suzuki, teve de lidar com uma quebra após quatro voltas completadas. A direção de prova teve de acionar o safety-car para remover o carro do piloto.

A relargada, na sétima volta, coincidiu com a abertura da janela para o pit-stop obrigatório, no qual cada piloto teria de trocar ao menos dois pneus. Antes da ida aos boxes, Serra teve trabalho para se manter à frente de Felipe Baptista, mas sustentou o primeiro lugar. Pouco depois, Felipe escapou da pista, Ricardo Maurício passou e avançou para segundo.

Baptista recuperou a posição em cima de Ricardinho depois do trabalho da Crown Racing no pit-stop após a volta 14. No giro seguinte, foi a vez de o líder Daniel Serra fazer a parada nos boxes. O tricampeão voltou à frente, mas com Felipe extremamente próximo. A prova reservava outras batalhas interessantes, como a que envolveu Gaetano Di Mauro, Gianluca Petecof e Arthur Leist, mas a disputa arrefeceu quando o safety-car foi acionado para remover o carro de Lucas Kohl, o que juntou novamente todo o grid.

Serrinha voltou a largar bem, mas novamente teve Baptista no seu encalço. Ricardo Maurício continuou em terceiro. Quem se destacou na parte final da prova foi Dudu Barrichello, que largou de décimo e subiu para quinto lugar, andando bem perto de Ricardo Zonta, enquanto Bruno Baptista era o sexto e Rubens Barrichello, o sétimo, em cenário que se cristalizou com a bandeirada final.

Ao fim de quase 52 minutos e 31 voltas completadas, Daniel Serra comemorou a vitória no Velocitta, colecionando assim 25 troféus de vencedor apenas na Stock Car Pro Series. Agora, as fabricantes estão empatadas no campeonato, com Chevrolet e Toyota colecionado quatro triunfos cada em 2024.

Fim de semana de velocidade — Em agenda que traz também as disputas das etapas na Stock Series e no BRB Fórmula 4 Brasil, o sábado de Stock Car Pro também compreende um cronograma intenso com o treino livre 2 às 8h25; a sessão classificatória para definir os dois grids de largada da etapa 5, a partir de 11h; e fecha com a largada prova sprint às 16h. A rodada do Velocitta será encerrada na tarde do domingo com o GP Toyota 100, às 14h.

A Stock Car Pro Series é transmitida ao vivo pelo canal oficial da categoria no YouTube, Band (TV aberta), SporTV (canal por assinatura), Motorsport.tv — atingindo mais de 150 países em cinco idiomas diferentes a cada etapa —, Motorsport.tv Brasil no YouTube, canal do site Grande Prêmio no YouTube, canal da Tribo do Gaules na Twitch, MAVTV Brasil Motorsports Network e MAVTV América do Norte.

Stock Car Pro Series, temporada 2024
Autódromo Velocitta, etapa 2, corrida principal, resultado final
1º – Daniel Serra (Eurofarma RC/Chevrolet Cruze), 31 voltas em 51min58s634
2º – Felipe Baptista (Crown Racing/Toyota Corolla), a 0s885
3º – Ricardo Maurício (Eurofarma RC/Chevrolet Cruze), a 2s033
4º – Ricardo Zonta (RCM Motorsport/Toyota Corolla), a 9s228
5º – Dudu Barrichello (Mobil Ale Full Time/Toyota Corolla), a 13s543
6º – Bruno Baptista (RCM Motorsport/Toyota Corolla), a 14s524
7º – Rubens Barrichello (Mobil Ale Full Time/Toyota Corolla), a 15s383
8º – Cacá Bueno (KTF Sports/Chevrolet Cruze), a 15s974
9º – Felipe Fraga (Blau Motorsport/Chevrolet Cruze), a 17s440
10º – Gianluca Petecof (Full Time Sports/Toyota Corolla), a 22s189
11º – Arthur Leist (Full Time Sports/Toyota Corolla), a 22s775
12º – Júlio Campos (Pole Motorsport/Chevrolet Cruze), a 24s534
13º – Guilherme Salas (KTF Racing/Chevrolet Cruze), a 25s001
14º – Átila Abreu (Pole Motorsport/Chevrolet Cruze), a 25s518
15º – Thiago Camilo (Ipiranga Racing/Toyota Corolla), a 25s721
16º – Gabriel Casagrande (A.Mattheis Vogel/Chevrolet Cruze), a 27s586
17º – Cesar Ramos (Ipiranga Racing/Toyota Corolla), a 27s848
18º – Nelson Piquet Jr. (Cavaleiro Sports/Chevrolet Cruze), a 29s469
19º – Enzo Elias (Crown Racing/Toyota Corolla), a 30s480
20º – Vitor Baptista (Scuderia Chiarelli/Toyota Corolla), a 32s668
21º – Gaetano Di Mauro (Cavaleiro Sports/Chevrolet Cruze), a 33s249
22º – Lucas Foresti (A.Mattheis Vogel/Chevrolet Cruze), a 33s943
23º – Zezinho Muggiati (KTF Racing/Chevrolet Cruze), a 36s426
24º – Allam Khodair (Blau Motorsport/Chevrolet Cruze), a 43s943
25º – Felipe Massa (TMG Racing/Chevrolet Cruze), a 1 volta

Anterior

Alvaro Cho fatura pole position da terceira etapa do BRB F-4 Brasil

“Sigilo” quebrado: Neyna desvenda mais um tema do seu novo EP

Seguinte