First Breath After Coma + Banda de Música de Mateus: lançam novo disco

|

First Breath After Coma + Banda de Música de Mateus é um registo gravado ao vivo de um concerto que juntou os leirienses First Breath After Coma a mais de 60 músicos (com uma média etária de 19 anos) da Banda de Música de Mateus, que comemora precisamente este mês de julho,  210 anos de existência como filarmónica e escola de música pioneira de Vila Real.

A condução da orquestra e os arranjos estiveram a cargo do Maestro Carlos Pinto Pereira. Na despedida de 2019 e entrada em 2020, os First Breath After Coma juntaram-se, em palco, à orquestra da Banda de Música de Mateus para dois espetáculos memoráveis nas cidades que os acolhem – 28 de Dezembro em Leiria e a 4 de Janeiro em Vila Real.

O interesse mútuo pelo valor artístico e qualidade dos projetos surgiu há cerca de dois anos por iniciativa do Festival Rock Nordeste e depois disso apareceu um intenso ano de 2019 para os First Breath After Coma, com o terceiro disco e obra visual, “NU”, digressões nacionais e europeias, uma aventura em que tocaram 24 horas seguidas e concertos colaborativos (com Noiserv e com os Whales).

No fim do ano, reataram a troca de partituras e os ensaios com a Banda de Música de Mateus para fazerem uma retrospectiva do trabalho já desenvolvido, atualizando o repertório e incluindo músicas de “NU” de forma a apresentarem esta epopeia nos Teatros de Leiria e de Vila Real.

Ao todo foram 133 pessoas a trabalhar em duas datas ao vivo, entre músicos e os normalmente chamados “invisíveis”, mas essenciais. Mais do que unir dois universos aparentemente tão distintos, este lançamento presta também uma sentida e merecida homenagem à experimentação, dedicação e profissionalismo de todos os que trabalham na construção cultural.

Com lançamento digital e em formato físico (CD e vinil duplo), First Breath After Coma + Banda de Música Mateus é o primeiro disco ao vivo lançado pela OmnichordRecords. Segundo a editora é um disco que “percorre a discografia dos First Breath After Coma numa releitura épica que teve o palco cheio e as duas salas lotadas“.

Anterior

The Legendary Tigerman, deu show ontem no Teatro S. Luiz

Nicole Eitner em “Viagem pelas Bandas Sonoras do Cinema” no Casino Lisboa

Seguinte

Deixe um comentário

%d bloggers like this: