FOCUSMSN | MUSIC & SPORT NEWS

Gaetano Di Mauro é primeiro piloto a vencer duas vezes na Stock Car em 2024

Gaetano Di Mauro é primeiro piloto a vencer duas vezes na Stock Car em 2024

|

Levou nove corridas para que a Stock Car Pro Series tivesse um piloto a vencer duas vezes na temporada 2024. Gaetano Di Mauro triunfou neste sábado (29) na corrida sprint da quinta etapa do campeonato, o GP Toyota 100, disputada neste fim de semana no Autódromo Velocitta. Em Mogi Guaçu, no interior de São Paulo, o piloto da Cavaleiro Sports terminou no primeiro lugar, repetindo o feito obtido na corrida principal da rodada de Interlagos, em abril, com Dudu Barrichello (Mobil Ale Full Time) em segundo lugar e Thiago Camilo (Ipiranga Racing) em terceiro.

A conquista deste sábado em Mogi Guaçu foi a terceira de Gaetano na Stock Car. Também foi o terceiro pódio obtido por Dudu Barrichello, que vem de vitória na sprint da prova disputada em Cascavel, no último mês de maio, e dá sequência a um campeonato muito sólido. E Camilo marcou um top-3 na categoria pela 85ª vez, figurando entre os pilotos que mais conquistaram um pódio na competição.

Felipe Massa largou na frente, mas um problema com a pistola acionada para troca de pneus durante seu pit-stop o impediu de lutar pela vitória na sequência da prova. O piloto da TMG Racing cruzou a linha de chegada em quarto lugar, e Guilherme Salas (KTF) completou o sábado na quinta colocação. Felipe Baptista (Crown Racing) garantiu a sexta colocação, em resultado muito importante para o campeonato, seguido por Cesar Ramos (Ipiranga Racing) e Felipe Fraga (Blau Motorsport). Ricardo Maurício (Eurofarma-RC) e Bruno Baptista (RCM Motorsport) fecharam a relação dos dez primeiros da corrida.

Primeiro piloto a vencer duas vezes no ano, Gaetano creditou o resultado ao esforço do time na Cavaleiro Sports. “Fico muito feliz porque viemos de um momento muito difícil e muito complicado. Mesmo antes da nossa vitória lá em Interlagos, tivemos uma quebra de motor, mas temos conseguido fazer um grande trabalho. Muito feliz com todo o trabalho da equipe e com a dedicação de todos”.

“Fizemos uma corrida baseada na estratégia, ao mesmo tempo que temos uma outra corrida amanhã, então optamos por não gastar muitos pushes. Usei na hora que precisava e no fim até consegui poupar um pouquinho, mas meu carro era super competitivo, pude arriscar na hora em que era preciso e deu tudo certo”, comemorou o dono da tarde de sábado no Velocitta.

Como foi a corrida — Felipe Massa largou na frente na sprint por conta da inversão do grid em relação aos 12 primeiros colocados da classificação. O piloto da TMG Racing segurou a liderança na largada em uma agitada e de vários pequenos incidentes na pista. Envolvido em um deles, o bicampeão Gabriel Casagrande teve de recolher para os boxes precocemente.

Outro incidente envolveu os dois primeiros colocados: Massa e Thiago Camilo. O piloto da Ipiranga Racing caiu de segundo para quinto após a ocorrência, sendo superado por Rafael Suzuki, Gaetano Di Mauro e Dudu Barrichello, enquanto Felipe Baptista manteve o sexto lugar. Cesar Ramos, Guilherme Salas, Felipe Fraga e Bruno Baptista completavam a relação dos dez melhores posicionados.

A janela para pit-stop obrigatório — na qual os pilotos tiveram de trocar pelo menos um pneu — foi aberta na sétima volta, em cenário que deixou o pit-lane bastante movimentado. Massa seguia na pista, em cenário de dobradinha da TMG, com Rafael Suzuki em segundo lugar. Mas Di Mauro e Dudu Barrichello deixaram o Chevrolet Cruze #8 para trás antes dos respectivos pit-stops.

A corrida apresentou importante mudança depois do fechamento da janela, e Gaetano Di Mauro assumiu a liderança depois de um problema durante o pit-stop de Massa, que caiu para quarto lugar. Dudu Barrichello subiu para segundo e Thiago Camilo, o terceiro. Guilherme Salas vinha em quinto no momento em que o então líder Suzuki acumulava seu segundo abandono seguido no fim de semana.

Com pouco mais de 2s de vantagem para Dudu Barrichello, Gaetano partiu para o triunfo e quebrou a escrita ao ser o primeiro piloto da temporada a vencer pela segunda vez. Dudu faturou seu segundo pódio no ano e o terceiro na carreira, enquanto Thiago Camilo cruzou a liderança em terceiro lugar.

Novo líder — Ricardo Zonta, que abriu o sábado na liderança do campeonato, completou a sprint em 20º.  Mas agora o campeonato tem novamente um novo ponteiro: Felipe Baptista, que soma 382 tentos, apenas dois a menos em relação a Zonta. Felipe Massa subiu para terceiro e tem 333, dez a mais que o companheiro de equipe, Rafael Suzuki.

Dudu Barrichello segue subindo no campeonato, empatado com Suzuki e com somente dois pontos a mais que Julio Campos, o sexto. Bruno Baptista vem em sétimo, com 316, enquanto Ricardo Maurício tem 312. Thiago Camilo é o nono, com 289, e Guilherme Salas avançou para o top-10, com 266.

Como assistir — Em fim de semana que traz também o BRB Fórmula 4 Brasil e a Stock Series no Velocitta, o domingo de a quinta etapa do calendário da Stock Car será concluído com a corrida principal — de 50 minutos —, a partir de 14h. Será o ponto alto do GP Toyota 100, que marca a realização da centésima corrida da fabricante na história da categoria.

A Stock Car Pro Series é transmitida ao vivo pelo canal oficial da categoria no YouTube, Band (TV aberta), SporTV (canal por assinatura), Motorsport.tv — atingindo mais de 150 países em cinco idiomas diferentes a cada etapa —, Motorsport.tv Brasil no YouTube, canal do site Grande Prêmio no YouTube, canal da Tribo do Gaules na Twitch, MAVTV Brasil Motorsports Network e MAVTV América do Norte.

Stock Car Pro Series, temporada 2024
Etapa 5, Autódromo Velocitta
GP Toyota 100, corrida sprint (sábado), resultado final:
1º – Gaetano Di Mauro (Cavaleiro Sports/Chevrolet Cruze), 21 voltas em 33min06s063
2º – Dudu Barrichello (Mobil Ale Full Time/Toyota Corolla), a 2s360
3º – Thiago Camilo (Ipiranga Racing/Toyota Corolla), a 3s370
4º – Felipe Massa (TMG Racing/Chevrolet Cruze), a 3s864
5º – Guilherme Salas (KTF Racing/Chevrolet Cruze), a 10s182
6º – Felipe Baptista (Crown Racing/Toyota Corolla), a 14s333
7º – Cesar Ramos (Ipiranga Racing/Toyota Corolla), a 14s994
8º – Felipe Fraga (Blau Motorsport/Chevrolet Cruze), a 15s423
9º – Ricardo Maurício (Eurofarma RC/Chevrolet Cruze), a 15s781
10º – Bruno Baptista (RCM Motorsport/Toyota Corolla), a 19s169
11º – Rubens Barrichello (Mobil Ale Full Time/Toyota Corolla), a 20s703
12º – Júlio Campos (Pole Motorsport/Chevrolet Cruze), a 21s585
13º – Daniel Serra (Eurofarma RC/Chevrolet Cruze), a 21s930
14º – Átila Abreu (Pole Motorsport/Chevrolet Cruze), a 22s682
15º – Gianluca Petecof (Full Time Sports/Toyota Corolla), a 27s573
16º – Zezinho Muggiati (KTF Racing/Chevrolet Cruze), a 31s323
17º – Nelson Piquet Jr. (Cavaleiro Sports/Chevrolet Cruze), a 31s385
18º – Vitor Baptista (Scuderia Chiarelli/Toyota Corolla), a 35s173
19º – Arthur Leist (Full Time Sports/Toyota Corolla), a 36s129
20º – Ricardo Zonta (RCM Motorsport/Toyota Corolla), a 38s180
21º – Gabriel Robe (WOKIN Garra Racing/Chevrolet Cruze), a 55s266
22º – Lucas Foresti (A.Mattheis Vogel/Chevrolet Cruze), a 1 volta
23º – Lucas Kohl (WOKIN Garra Racing/Chevrolet Cruze), a 2 voltas
24º – Enzo Elias (Crown Racing/Toyota Corolla), a 4 voltas

Não completaram
Rafael Suzuki (TMG Racing/Chevrolet Cruze), a 7 voltas
Raphael Teixeira (RTX Racing/Chevrolet Cruze), a 12 voltas
Allam Khodair (Blau Motorsport/Chevrolet Cruze), a 15 voltas
Cacá Bueno (KTF Sports/Chevrolet Cruze), a 16 voltas
Gabriel Casagrande (A.Mattheis Vogel/Chevrolet Cruze), a 19 voltas

Anterior

Rafaela Ferreira faz história como primeira mulher a vencer no BRB Fórmula 4 Brasil

Thiago Vivacqua é segundo no Estoril e termina o fim de semana com o maior número de pontos na Porsche Carrera Cup

Seguinte