Setúbal garante a tranquilidade aos 90´+4 e fica entre os grandes do futebol português

|

O Vitória Futebol Clube recebeu e venceu o Belenenses sad por 2-0 e garantiu a permanência, na última jornada da Liga NOS.

Com os azuis tranquilos na tabela classificativa, coube aos da casa a iniciativa de jogo. Logo após o apito inicial os sadinos procuraram a baliza dos azuis, com mais pendor ofensivo, foi com naturalidade que inauguraram o marcador, à passagem da meia-hora, por Jubal de cabeça, na pequena area, sem hipotese de defesa para Koffi.

Golo muito festejado, o caminho da permanência estava aberto. O Setubal não levantou o pé e viria a marcar o segundo golo, poucos minutos volvidos mas foi anulado depois de consulta ao VAR.

Ao intervalo o placard assinalava 1-0 para os da casa.

Na segunda parte o Belenenses sad aparaeceu mais acutilante, a jogar a favor do vento, dominava a partida remetendo os sadinos para a sua zona defensiva. Foi nesta fase que poderiam ter chegado ao golo em diversas ocasiões, nomeadamente uma em que Keita, recém entrado na partida, na cara de Makaridze não domina bem a bola e permite a intervenção deste.

Nos últimos 10 minutos de jogo o Setubal reagiu, criou algumas jogadas de contra-ataque e aos 90’+4 obteve o segundo golo, anulado pelo árbitro auxiliar mas validado pelo VAR, por Pirri que havia entrado ao minuto 65, e que garantia a permanência do Vitória na Liga NOS.

Após o apito final do árbitro Artur Soares Dias foi a festa no relvado e pelas ruas de Setúbal.

Assim sendo baixa de divisão, além do Desportivo das Aves, o Portimonense.

Na foto, João Meira e Zequinha festejam a sofrida e merecida vitória.

Anterior

Nuno Barroso animou a noite nas Festas do Almonda, em Torres Novas

A nova bola para a edição 2020/21 da Liga de Futebol Profissional

Seguinte

Deixe um comentário

%d bloggers like this: