Sporting termina campeonato com goleada e Pote com bola de prata

|

Já campeão o Sporting despediu-se hoje do campeonato com um rugido de leão numa goleada à equipa do Marítimo, por 5-1, em jogo referente à 34.ª e última jornada da Liga NOS.

O Sporting recebeu o Marítimo, no estádio José Alvalade, num jogo com hora tardia (21h45), que servia para cumprir calendário e eleger o melhor marcador da Liga.

Na sua habitual antevisão, o treinador Rúben Amorim, referiu na conferência de imprensa que “Temos de terminar com uma vitória, é isso que queremos. Vamos continuar com a nossa ideia e alguns jogadores que jogaram menos vão jogar neste encontro. Vamos ver coisas, colocar em campo jogadores que tiveram menos minutos e que nos deram muito. Se quando nós precisámos eles trabalharam de forma afincada, mesmo sem jogar, e obrigaram o plantel a elevar o nível, desta vez somos nós que temos de lhes dar a oportunidade de participarem”.

Fez ainda um resumo da temporada: “Na Europa não correu como esperávamos, e depois tivemos de fazer um planeamento para jogar de semana a semana. Os jogadores cresceram mais do que esperava, mesmos os mais novos. Tivemos mais tempo para treinar do que os nossos rivais, mas precisávamos disso e foi muito bom”.

Na Taça de Portugal podíamos ter ido mais longe, mas ganhámos a Taça da Liga e a Liga NOS, o que ninguém esperava. Fomos campeões sem derrotas, apesar de não termos terminado a época sem perder. Foi um ano muito bom.”, concluiu Rúben Amorim.

Na primeira parte do jogo, o Sporting adiantou-se no marcador com dois golos de Pedro Gonçalves, aos 7 e 20 minutos. Aos 21 minutos o cipriota Andreas Karo marca na própria baliza ao fazer um atraso para o seu guardião que falhou a intercepção. Desta forma os leões foram com três golos de vantagem para o intervalo.

Na segunda parte, Pedro Gonçalves (Pote) completou o seu “hat-trick”’ aos 62 minutos, apontando o seu 23.º golo nesta edição da I Liga, que lhe garante o troféu de melhor marcador do campeonato, com um golo de vantagem sobre Seferovic, avançado do Benfica. Aos 75 minutos, o equatoriano Gonzalo Plata fez um golaço marcando o quinto golo para o Sporting. O Marítimo ainda conseguiu reduzir através do italiano Beltrame, já perto do fim do jogo, aos 89 minutos.

Este jogo ficou também marcado pela despedida dos relvados do jogador João Pereira, com 37 anos e após 233 jogos na Liga NOS, 94 dos quais com a camisola do Sporting. Com mais esta vitória, o Sporting, que já tinha garantindo o título de campeão nacional, termina a I Liga com 85 pontos, cinco pontos de vantagem sobre o Porto, enquanto o Marítimo, que já tinha a manutenção assegurada, ficou em 15.º, com 35 pontos.

Termina ainda, o Sporting, com a melhor defesa (20 golos sofridos) e o terceiro melhor ataque (65 remates certeiros). Terminado o campeonato, o Sporting e o Porto têm acesso directo à Liga dos Campeões, tendo o Benfica de disputar a 3ª pré-eliminatória.

O Braga irá disputar a 3ª pré-eliminatória da UEFA Europe Conference League enquanto o Paços de Ferreira irá disputar a 2ª pré-eliminatória. O Rio Ave irá disputar um playoff para evitar a despromoção com o terceiro classificado da II Liga e o Farense e Nacional ficam automaticamente despromovidos à II Liga.

Fotos Fernando Matos

+2
Anterior

Estoril Sol lança em edição especial “Egoísta – Tempo Suspenso”

Canarinhos confirmam regresso à Liga NOS com vitória sobre o Mafra

Seguinte