Paulo Vitor foi rei perante um Sporting com entrada de leão e saída de cordeiro

|

O Sporting foi surpreendido em casa pela equipa do Desp. Chaves ao ser derrotado por 2-0, com um nulo ao intervalo, em jogo a contar para a 4a jornada da Liga Portugal. Numa primeira parte de intenso domínio leonino, o Sporting poderia ter construido um resultado confortável tantas foram as oportunidades desperdiçadas, numa delas levou a bola a bater no poste da baliza de Paulo Vitor, num remate de Pedro Gonçalves, aos 13 minutos. Durante a primeira parte contam-se pelos dedos de uma mão as vezes que o Chaves se acercou da área contrária.

Na segunda parte tudo foi diferente, quando se esperava um Sporting avassalador, foram os flavienses com um enorme espírito de entreajuda, fechando os espaços ao centro, obrigando a cruzamentos laterais, repetitivos por Nuno Santos, para área, onde Paulo Vitor foi rei, partiam em perigosos contra ataques de que resultou o segundo golo e um terceiro esteve por pouco.

O Chaves inaugurou o marcador por intermédio de Steven Vitória, na sequência de um livre, cabeceou em arco sem hipótese de defesa para Adan, estavam decorridos 60 minutos, três minutos volvidos seria a vez de Juninho num rápido contra-ataque, com Coates a ser batido na velocidade e à saída de Adan bateu rasteiro para o fundo das redes. Até final apenas a nota para a expulsão de Patrick por agressão a Matheus Reis.

Feito inédito da equipa flaviense que na sua história nunca tinha vencido em Alvalade.

Com esta derrota o Sporting pode ficar a 8 pontos da liderança, caso o Benfica vença o Paços de Ferreira, e complicou as contas no que à luta pelo título diz respeito. Na próxima jornada o Sporting desloca-se ao terreno do Estoril e o Chaves recebe o Rio Ave.

Anterior

The Black Mamba brilharam no segundo dia das Festas do Mar

Carolina Deslandes em Setembro no Hotel Casino de Chaves

Seguinte