Projecto Resistência, 30 anos de recordações musicais e de um tempo que passa rápido

|

No dia de S. Valentim, o Coliseu de Lisboa apresentou o concerto dos Resistência, um grupo de amigos que se juntaram há 30 anos e que aproveitaram a data para assinalar tão grande longevidade.

O projecto Resistência nasceu de uma união de vários músicos, provenientes de diversas bandas, cantam maioritariamente temas dos grupos que integram mas com uma nova orquestração, mais acústica, onde a voz é o elemento em destaque

Nos Resistência pontificam Tim (Xutos&Pontapés), Miguel Ângelo (Delfins), Fernando Cunha (Delfins), Olavo Bilac (Santos&Pecadores), Alexandre Frazão (Bateria), Fernando Júdice (Baixo) e José Salgueiro (Percussão) todos estes membros fundadores e Pedro Joia (Guitarra). Com esta formação em palco o concerto só poderia ser bom. Miguel Ângelo recordou ainda Pedro Ayres de Magalhães (Ex-Madredeus), Yuri Daniel (Baixo) e Fredo Mergner (Guitarra) elementos que fizeram parte da formação inicial dos Resistência.

Durante mais de 2h a banda presenteou todos os que se deslocaram ao Coliseu, que quase encheram esta emblemática sala de espectáculos, com um repertório de 24 canções, um alinhamento extenso mas que ainda assim soube a pouco tal a qualidade musical dos intervenientes.

O concerto terminou já perto da meia-noite com o público de pé, a cantar, dançar, a confraternizar enquanto Olavo Bilac, circulando pelo palco, abanava a bandeira de Portugal, os resistentes portugueses terminavam assim uma actuação que ficará com certeza na memória de todos os presentes.

Extra concerto, Miguel Ângelo, senhor de uma voz melodiosa e única, depois de anunciar o final do grupo em 2009, o último concerto foi em Cascais nas Festas do Mar nesse ano, o regresso aconteceu no mesmo local 10 anos depois, prometeu um tour de celebração dos 40 anos da banda, estamos a aguardar impacientemente por esse regresso pois vocalistas como Miguel Ângelo deviam estar proibidos de se retirarem.

Alinhamento: Fado (Todos) – Sete Naves (Miguel Ângelo) – Cantiga de Amor (Olavo Bilac) – Se Te Amo (Fernando Cunha) – Vai Sem Medo (Tim) – Traz Outro Amigo (MA) – Liberdade (MA+T) – Aquele Inverno (OB) – Deitar a Perder (FC) – Perigo (Todos) – Timor (T+FC) – Esta Cidade (OB) – Prisão em Si (FC) – Circo de Feras (T) – Só no Mar (MA) – Um Lugar ao Sol (MA+OB) – Não Voltarei a Ser Fiel (MA+T+OB) – Chamaram-se Cigano (MA+OB) – A Noite (T+FC)– Não Sou o Único (FC)

Encore: Amanhã É Sempre Longe Demais (TODOS) – A Gente Vai Continuar (MA) – Marcha dos Desalinhados (OB) – Nasce Selvagem (Todos)

Fotos do concerto AQUI por Joaquim Galante

Anterior

Miramar II, concerto de apresentação no Maria Matos

Lefty com novo videoclipe da música ‘Camel’

Seguinte