Sérgio Godinho deu mais um concerto de celebração dos seus 75 anos no Maria Matos

|

Ontem, todos os caminhos iam dar ao Teatro Maria Matos, a celebrar os seus 75 anos, Sérgio Godinho deu mais um concerto de sala cheia.

São 75 anos de jovialidade, numa vida dedicada à música, intérprete e compositor, à poesia, ao teatro e ao cinema. Durante mais de 90 minutos, cantou, conversou e emocionou-se, um brilhosinho nos olhos notou-se, quando falou do seu grande amigo José Mário Branco, antes de cantar a música ‘Mariana Pais’, escrita por este.

Em tempos de um ‘Novo Normal’, em situação de pandemia que atravessamos e que lhe inspirou a canção, o cantor celebrou o seu aniversário na companhia dos fãs, que lotaram o seu quinto concerto comemorativo naquele teatro, o último será hoje ás 21 horas.

Sérgio Godinho é a lenda viva da música popular portuguesa e das canções de intervenção, merece um enorme aplauso por tudo o que nos tem dado ao longo de todos estes anos. E esses aplausos vieram fortes por parte do público, obrigando o cantor a dois encores, uma enorme manifestação de carinho para este grande intéprete e compositor da música portuguesa.

Ontem deu um daqueles espectáculos que perdurarão na memória de quem teve a felicidade de estar presente. E eu tive.

Para o ano celebrará 50 anos sobre o lançamento do álbum de estreia, Sobreviventes.

Alinhamento: ‘O Velho Samurai’ – ‘A Deusa Do Amor’ – Às Vezes o Amor’ – ‘O Novo Normal’ – ‘Cuidado Com As Imitações’ – ‘Benvindo Sr. Presidente’ – ‘Mariana Pais’ – ‘Dancemos No Mundo’ – ‘Tipo Contrafacção’ – ‘Espectáculo’ – ‘O Coro Das Velhas’ – ‘O Fugitivo’ – ‘Balada Da Rita’ – ‘Grão Da Mesma Mó’ – ‘Liberdade’

Encore I: ‘Tudo No Amor’ – ‘Lisboa Que Amanhece’ – ‘Com Um Brilhozinho…’

Encore II: ‘O Primeiro Dia’

Fotos do concerto pode vê-las AQUI

Anterior

Haydn & Mozart no CCB, dia 25 de Outubro, no Grande Auditório

Selecção feminina de futsal vence a Espanha no segundo jogo de preparação

Seguinte

Deixe um comentário

%d bloggers like this: