UHF da ‘velha’ rua do Carmo dos anos 80, só resta a música para recordação

|

Sete anos antes dos incêndios no Chiado, os UHF, dando ínicio ao ‘boom’ da música pop/rock nos anos 80 em Portugal, onde quase todos os dias apareciam novos grupos musicais, aproveitando a liberdade de criação e expressão conquistada em 1974, a banda imortalizou uma rua que era emblemática no coração de Lisboa.

Num ápice tudo mudou, depois do incêndio de 1988, a rua do Carmo nunca mais foi o que era. Dominada pelas grandes multinacionais com as famosas marcas de roupa, a rua do Carmo perdeu o seu charme e a diversidade comercial.

Com o epicentro do incêndio nos armazens Grandella, lojas como a Perfumaria da Moda, onde foi gravado o filme “O Pai Tirano”, a Sapataria Americana, a Discoteca Melodia, a Valentim de Carvalho, a Custódio Cardoso Pereira e a Discoteca do Carmo, de que resta apenas a carrinha de fado estacionada na rua do Carmo entre outras, desapareceram.

Os UHF são actualmente uma das bandas nacionais mais prestigiadas e a mais antiga em atividade, formada na Costa de Caparica, em Almada, em 1978, são uns dos fundadores do movimento de renovação musical denominado rock português.

No videoclipe gravado ao vivo, na montra de uma loja da rua do Carmo, uma inovação naquela altura, imortalizaram em video, que acaba por ser documental, a memória do quotidiano lisboeta.

Mas não seria no entanto esta a canção o primeiro sucesso do grupo. Apesar de anterior e tocar já em algumas rádios, ‘Cavalos de Corrida’ só mais tarde seria editada em disco e juntamente com a música de Rui Veloso ‘Chico Fininho’ catapultaram o rock português para outra dimensão e foram incentivo ao aparecimento de outros grupos.

A formação inicial foi composta por António Manuel Ribeiro (vocal e guitarra), Renato Gomes (guitarra), Carlos Peres (baixo) e Américo Manuel (bateria). Atualmente são formados por António Manuel Ribeiro (vocal e guitarra), António Côrte-Real (guitarra), Luís Simões ‘Cebola’ (baixo), Fernando Rodrigues (teclas e guitarra) e Ivan Cristiano (bateria e percussão).

Da emblemática Rua apenas recordações que, em premonição, os UHF souberam registar em vídeo.

Anterior

Europe, da escandinávia para Portugal, chegaram e conquistaram

‘Portugal na CEE’, GNR alinhado com a integração europeia em 1981

Seguinte

Deixe um comentário

%d bloggers like this: