30 anos de Alcoolémia no Sol da Caparica

|

Os Alcoolémia encerraram hoje o palco Free Now, do Festival Sol da Caparica, assinalando 30 anos de actividade ininterrupta.

Originários do Seixal, são uma das bandas rock mais antigas em Portugal. Com o regresso do vocalista Jorge Miranda, mais de 10 anos depois de ter saído, a banda conta assim com dois membros fundadores, além do vocalista, o guitarrista e mentor do grupo, Manelito.

Jorge Miranda sempre muito activo em palco e interagindo com o público, cheio de garra e energia, mostrando alegria e muito entusiasmo pelo seu regresso à banda, empresta coisas diferentes ao grupo, desde logo a maior proximidade com o público durante as actuações, pena o boné que lhe mantém metade do rosto na sombra.

No Sol da Caparica estiveram em grande nível num concerto alargado, por serem os últimos não tinham uma limitação de tempo tão apertada, Jorge Miranda e Manelito mostraram que, 30 anos depois, o tempo não passou por eles e que continuam com a mesma entrega e jovialidade de outrora, acompanhados pelos excelentes músicos Pedro Madeira, Bruno Paiva e Márcio Monteiro.

Aliás, por duas vezes o vocalista saltou do palco e galgou a vedação para se integrar com o público, cantando, abraçando e tirando selfies com os muitos fãs que lotaram o recinto. Um excelente concerto, desta icónica banda para assinalar os 30 anos de longevidade.

A banda, para além de Manelito na guitarra e Jorge Miranda na voz, conta com Pedro Madeira na guitarra, Bruno Paiva no baixo e Márcio Monteiro na bateria.

Alinhamento: 509 (instrumental) – Batam Com a Cabeça no Chão – Até o Mundo Acabar – Para Quê Sonhar – Só Tu e Eu (uma história mal contada) – Chiclete (TAXI) – Vizinha Linguaruda – Fugir Para Quê – Portugal o Nosso País – Nem às Paredes Confesso – Há Quanto Tempo Ando Aqui – Não Sei Se Mereço – Intruja

Fotos do concerto AQUI por Joaquim Galante

Anterior

PuroRock a ‘rebentar’ na abertura do Festival Sol da Caparica

Ive Greice cantou e encantou no Sol da Caparica

Seguinte