Samuel Úria apresentou ‘Canções do Pós-Guerra’ e pôs o Tivoli em alvoroço

|

Samuel encheu os lugares disponiveis do Teatro Tivoli e deu show. Acompanhado com a sua banda, um coro, que deu ainda mais brilho ao espectaculo, e com uma convidada especial, Cat Falcão ‘Monday’ que cantou em dueto a música ‘Cedo’, deu início a uma noite sublime.

Alegre, divertido e de palavra fácil, dialogou com o público, disse algumas piadas a propósito e cantou, cantou muito e bem. O público esse, vibrou com cada música que Úria tocava e os aplausos efusivos no final, eram mostra disso.

Na apresentação do seu novo trabalho discográfico ‘Canções do Pós-Guerra’, o músico tocou todas as que compõe o álbum mesclando ainda com êxitos mais antigos.

Durante duas horas, Samuel Úria mostrou toda a sua inegável qualidade musical e não deixou o Tivoli, sem antes tocar mais três canções, a pedido de um público que não se cansou de apaludir de pé, para exigir o regresso do artista ao palco.

Foi emocionante, foi perfeito, foi sublime e com certeza marcante para todos aqueles fãs que se deslocaram ao histórico Teatro Tivoli.

Alinhamento (a bold as canções do novo álbum): ‘Fica Aquém‘ – ‘Tempo Aprazado‘ – ‘O Muro‘ – ‘Mãos’ – ‘Aos Pós‘ – ‘Carga de Ombro’ – ‘As Traves‘ – ‘Guerra e Paz‘ – ‘Contenção‘ – ‘Espalha Brasas’ – ‘Eu Só Preciso’ – ‘Fusão’ – ‘Cedo‘ – ‘É Preciso Que Eu Diminua’ – ‘Vem De Novo’ – ‘Segreguei-te ao… + Teimoso’ – ‘Menina‘ – Lenço Enxuto’ – ‘Império’

Fotos do concerto pode vê-las AQUI.

Anterior

António Côrte-Real, guitarrista dos UHF, fala das emoções do regresso aos palcos

Luís Represas levou ao teatro Maria Matos o seu mais recente trabalho ‘Ao Canto Da Noite’

Seguinte

Deixe um comentário

%d bloggers like this: