Valter Lobo, no regresso aos palcos, num concerto carregado de melancolia e sentimento

|

Valter Lobo deu a conhecer, ontem, na emblemática sala do Maria Matos, com os lugares disponiveis (possiveis) esgotados, o seu novo trabalho musical com o título ‘Primeira Parte de um Assalto‘, disco com edição marcada para o dia 4 de Junho, do qual já nos foi dado a conhecer o videoclipe do tema ‘Fado Novo’.

Neste seu regresso a Lisboa e aos palcos, num concerto intimista e ‘triste’, como ele definiu algumas das suas interpretações, num ambiente de pouca luz, romântico e aconchegante, Valter Lobo, iniciou a sua actuação com a leitura, como introduçao, de um texto de título ‘Desencanto’, mesclando depois novos temas com temas do álbum de sucesso ‘Mediterrâneo’, marcando assim o regresso aos inéditos e a uma nova etapa, mantendo no entanto o tom melancólico, cheio de sentimento e de emoção.

No Maria Matos, público e cantor interagiram, como já é habitual nos concertos deste prodigioso cantautor, gerando um ambiente de muita proximidade entre o palco e a plateia.

Primeira Parte de um Assalto‘ será o terceiro álbum de Valter Lobo, depois do EP Inverno (2012) e do álbum Mediterrâneo (2016), de onde se destacam os temas ‘Guarda-me Esta Noite’, ‘O Governo Não Sabe Nada do Nosso Amor’, ‘Quem Me Dera’ ou ‘Oeste’, num conjunto harmonioso e de enorme genialidade reflectido em todas as canções do disco.

Em Primeira Parte de um Assalto’ Valter Lobo é acompanhado por Jorge Moura, em vários instrumentos e Benjamim, ao piano, no tema ‘Para T.’.

Alinhamento (a Bold temas do novo álbum) Introdução: Desencanto + Leitura – O Que o Sol GuardouPrivilégioFizeste-me SonharMenina Mulher – Tenho Saudades – Quem Me Dera – Para T.Fado Novo – Oeste – Brilha Na Vida – Guarda-me Esta Noite – Uma MelodiaDesencanto

Próximas actuações no dia 28 de Abril, no Teatro Sá da Bandeira, no Porto, e no dia 13 de Maio, no Teatro Académico Gil Vicente, em Coimbra.

Concerto promovido pela FORÇAdePRODUÇÃO

+3
Anterior

Belenenses sad vence gilistas (2-1) e afasta-se dos lugares de descida

Luca Argel finalmente ao vivo com o seu ‘Samba de Guerrilha’

Seguinte