Supertramp, dominaram o panorama do rock progressivo pós Woodstock

|

O grupo Supertramp de Rick Davies e Roger Hodgson tiveram uma década de grande intensidade musical durante a qual composeram canções intemporais e que ainda hoje fazem parte do nosso repertório, que durou entre 1970 e 1979, nesta data editaram o albúm ‘Breakfast in América’.

Rivalizando com bandas do denominado rock progressivo, que surgem no final dos anos 60, inicio dos 70, como os Pink Floyd, Yes, Barclay James Harvest ou os Genesis, os Supertramp souberam conquistar o seu espaço e os seus fãs, tornando-se uma das bandas mais influentes da cena musical.

Deixaram marca numa era, onde a explosão criativa pós-Woodstock originou o surgimento de inúmeras bandas.

Uma particularidade nos Supertramp é que tanto Rick como Roger compunham as suas canções separadamente e, na maioria dos casos, quem compunha cantava.

Roger compôs e cantou inumeros sucessos da banda tais como “Give a Little Bit”, “The Logical Song”, “Take the Long Way Home”, “Dreamer”, “Breakfast in America” e “It’s Rainning Again” e Rick compôs e cantou “Bloody Well Right”, “Goodbye Stranger”, “Cannonball”, “From Now One”, “Crime of the Century” e “Rudy”. ”School” foi a única música composta por ambos.

Para recordar, o último concerto ao vivo dos Supertramp com Roger Hogdson, em Munique em 1983

Anterior

‘Portugal na CEE’, GNR alinhado com a integração europeia em 1981

The Banshees editam novo single “Tell me Everything”

Seguinte

Deixe um comentário

%d bloggers like this: